segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Destino:Inferno, por Quem Lê, Faz seu Filme.

Leiam a ótima resenha que encontramos no blog Quem Lê, Faz seu Filme, sobre o livro Destino: Inferno, de Lee Child- que já se tornou um megasucesso entre os amantes de romances policiais. O texto foi postado no dia 09/08 deste mês por Luka.

" O pulso esquerdo de Reacher ainda estava algemado com a corrente presa a ele. Seu braço direito estava ao redor dos ombros de Holly. Abraçando-a bem forte.
Muito mais forte do que precisava de fato."

Jack Reacher estava tentando apenas ser gentil com uma bela e frágil mulher prejudicada pelas muletas. Ele jamais poderia imaginar que a mulher fosse uma agente do FBI e que, exatamente naquele momento, estava sendo sequestrada.

Parece brincadeira mas o radar de encrencas de Jack definitivamente não funciona !

Holly Johnson era analista de mercados de capitais em Wall Street antes de entrar para o FBI. Filha de um general imponente e que ocupava um cargo político importante, Holly era conhecida por seus méritos e também por seu parentesco.

Confinados, Holly e Jack se veem atraídos. Holly achava que aquele civil grandão de olhos azuis era sua responsabilidade. Jack achava que aquela policial ferida não tinha chance de escapar. E assim, em parte pela honra e em parte atraídos, nasce uma relação de cumplicidade entre os dois.

Foram levados em um furgão apertado e quente. Seus corpos roçando, o desespero do momento, a carência, a entrega. Jack se envolvia cada vez mais naquela situação. Ele poderia facilmente se livrar dos sequestradores mas Holly poderia ser um dano colateral e contrariando todos os seus extintos ele não queria aquele dano.

Toda a equipe do departamento de Holly no FBI havia se mobilizado. Estava iniciada a caçada. Afinal, o FBI cuida dos seus !

O mapa dos últimos passos estava montado, fotos da hora exata do sequestro já estavam a disposição da força tarefa. Na dúvida, o grandão que ajudava Holly no momento do sequestro foi considerado bandido. Ninguém sabia seu nome mas desconfiavam pelo porte atlético que ele era militar.

O general Johnson, pai de Holly, não era tão influente a ponto de conseguir apoio incondicional da casa branca. Uma operação secreta e por conta e risco se fez necessária.
Johnson contava com alguns aliados como General Garber, ex comandante de Jack Reacher. O exército também cuida dos seus !

Holly e Jack chegam ao destino final. Um vilarejo no meio do nada. Seus moradores acreditavam que os Estados Unidos não ofereciam as condições mínimas que uma nação deveria e por isso se rebelaram e queriam fundar um estado independente.

Cem homens organizados, treinados, com armamento pesado, dinheiro e com espiões no FBI . Essa seria uma tarefa boa para Jack Reacher !

Escapar desses lunáticos e deixar Holly em seguraça parecia uma tarefa impossível para um homem só, mesmo que esse homem fosse o Major Reacher com as condecorações : Estrela de Prata, Medalha do serviço superior de defesa, Legião de Mérito, Medalha de Soldado, Estrela de Bronze, Coração Púrpura e o prêmio do Wimbledon ( concurso de tiro ao alvo de precisão).


Lee Child consegue prender o leitor em seu segundo Romance Policial da série sobre Jack Reacher. Todas as cenas tensas do livro são descritas com tanta exatidão que você ,mesmo sem pensar, passa a ficar ofegante e se entrega a eletricidade das páginas.

O livro em uma palavra: Intenso.

Como quem lê faz seu filme, eu sofri por Jack, eu torci por Jack e me peguei dizendo: Atira logo ! Mata ! Acaba com ele ! Entrei no clima mesmo.

Mas quem pensa que é só fuga e tiroteiro está muito enganado. Lee Child dosa os momentos tensos e os momentos de entrega de Jack muito bem. Tão bem que ao ler as páginas sobre a entrega de Holly e Jack após o momento difícil que foi o sepultamento de um agente infiltrado, ai, ai, ai .... Que urgência , que loucura , que paixão !

Por trás de 1,90 metros de músculos existe um homem que sente e sabe fazer sentir !

Recomendadíssimo !

Obrigado, Luka.

Blog: http://www.quemlefazseufilme.com.br

2 comentários:

  1. Obrigada pelo carinho.
    O livro realmente é muito bom. Emocionante até a última página !

    Bjs
    Luka.

    ResponderExcluir